Fundamentos

A Nuvem do Não-Saber

A Nuvem do Não-Saber

Anónimo | Ed. Documenta | 192 págs.

Obra de um autor anónimo inglês do século XIV, A Nuvem do Não-Saber é uma das obras maiores da tradição cristã. Trata-se de um escrito pelo qual um mestre espiritual partilha com o seu discípulo os passos e caminhos de busca e encontro do rosto de Deus, caminho que todo o cristão é convidado a percorrer, independentemente da sua formação, do seu passado ou do facto de ser clérigo ou leigo.

A par da Imitação de CristoA Nuvem do Não-Saber marcou todo um filão de poetas, artistas e pensadores cristãos ao longo dos séculos. E é significativo que, mais uma vez, o risco de publicação de um clássico cristão seja assumido por uma editora que não se situa no âmbito eclesial.

Em A Nuvem do Não-Saber, o caminho espiritual surge como uma busca incessante das perguntas que norteiam o peregrino crente, mais do que das respostas acabadas de uma teologia abstrata e de uma devoção simplificante. A contemplação nasce, não de um conjunto de fenómenos extraordinários nem da descoberta de verdades ocultas e secretas, mas da capacidade de atenção aos sinais presentes no quotidiano e do desejo amoroso de busca de Deus.

A contemplação ensina o discípulo a procurar amorosamente o Senhor por si mesmo e não pelos bens, soluções e dons que d’Ele podemos – por vezes, de modo interesseiro ou equivocado – esperar. O leitor que arriscar a leitura, pausada e saboreada, deste clássico, inserir-se-á num caminho orante de busca da beleza.

Presta muita atenção ao tempo, ao modo como o despendes, pois nada é mais precioso do que o tempo. Num só momento, por breve que seja, pode-se ganhar ou perder o Céu (…) Ama, por isso, a Jesus, e tudo o que é d’Ele será teu. Ele, pela sua divindade, é o criador e doador do tempo. Ele, pela sua humanidade, é o verdadeiro guarda do tempo.

Deixe uma resposta

@wpshower

Feeds

Susbscribe to our awesome Blog Feed or Comments Feed