Fundamentos

Diário 2017

Nicola Magrin, ‘Dall’erba dei campi’, 2014

 

28.Junho

Eventualmente, o correio oferece-nos pequenas pérolas.

 

7.Junho

«Há, irmãos, um imperativo que não podemos contornar. E que nos diz esse imperativo? Diz-nos que se nos impõe um regresso de nós mesmos a nós mesmos. Há um caminho de reconciliação e união com Deus: esse caminho único começa, antes de mais nada, por nos conduzir a nós mesmos».

(Nicéforo o Monge, séc. XIII)

 

16.Maio

«É humano irritar-se – e oxalá nem pudéssemos fazê-lo -, é humano o irar-se,
mas a tua ira, que nasce como rebento pequeno,
não deve ser regada com suspeitas
e levada à grossura de trave tornando-se em ódio».

(Agostinho de Hipona, Sermão 211)

 

14.Maio

«Portanto, toda a alma que fizer caso de todo o seu saber e engenho para se unir à sabedoria de Deus é sumamente ignorante diante de Deus e está muito longe dela. A ignorância não sabe o que é a sabedoria e, como diz S. Paulo, esta sabedoria mais parece a Deus uma loucura. Os que julgam ter algum saber são, diante de Deus, muito ignorantes.
Assim, para que a alma chegue a unir-se com a sabedoria de Deus, mais há-de ir não sabendo do que sabendo».

(João da Cruz, ‘Subida do Monte Carmelo’, I,IV,5)

 

Deixar uma resposta

Feeds

Susbscribe to our awesome Blog Feed or Comments Feed